MAR MOTTO - UM APELO AOS ARTISTAS

A saúde dos nossos oceanos encontra-se seriamente ameaçada e apesar de isso ser muito óbvio continua a haver muita gente que parece não acreditar. Para aqueles que têm consciência do frágil equilíbrio dos ecossistemas marinhos, dos organismos que neles habitam e de tudo o que a humanidade tem feito para os arruinar, a pergunta surge sempre – O que é que eu posso fazer?

A nossa resposta é simples – MUITO!!! Os Oceanos são de todos nós e todos nós temos o direito e o dever os proteger! Esta missão devia ser ainda mais viva em Portugal, um país que é mais Mar do que terra e que em todo o mundo é sinónimo de Mar.

Até aqui tudo bem, todos concordamos, mas então porque continua tanta gente a não querer ver a realidade como ela é? Será porque as mensagens são normalmente muito técnicas ou para um público muito académico? Será que é preciso ser biólogo, político, ativista ou qualquer coisa do género para ter um papel ativo na defesa dos oceanos? Gostar do Mar até está na moda, temos o surf, o MacNamara, as ondas gigantes, a cavala que toda a gente passou a adorar, as conservas gourmet, os tubarões que são os “novos golfinhos”, etc..

Chegar aos mais novos, até aos 12 ou 13 anos com esta mensagem é simples. Os miúdos são como esponjas e num instante transformam-se em pequenos guardiões dos Oceanos. O problema é quando passamos para os adolescentes. Embrenhados numa fase de vida que todos sabemos que é complexa, em que cada um quer descobrir-se a si mesmo antes de se abrir ao mundo, os adolescentes são sempre difíceis de atingir e muitas vezes acabam por ser esquecidos nas campanhas de sensibilização. Isto faz muito pouco sentido, especialmente tendo em conta que são eles que têm o sangue na guelra e são eles que em poucos anos vão ter o leme nas mãos.

Há no entanto algo que os adolescentes compreendem, gostam e consomem avidamente – Arte. E quanto mais urbana, mais gráfica, mais incisiva, melhor. Assim sendo, a Sciaena vêm pedir a tua colaboração para nos ajudares a fazer com que os adolescentes e os jovens adultos portugueses comecem a pensar, a respirar e a proteger o nosso Mar.

Claro que estamos abertos a todas as sugestões que possas ter, mas pensámos em pedir-te uma tela, um filme, uma escultura, uma instalação, ou o que te passar pela cabeça, que expresse o que de mais profundo sentes pelo Mar, a urgência que há em protegê-lo e que inspire cada um de nós a fazer a diferença. Pretende-se realizar exposições onde as peças estarão à venda, com uma % do valor a reverter para a Sciaena, para utilizar em novas edições do Mar Motto e outras ações de sensibilização e proteção dos Oceanos. Pretendemos também vender t-shirts, prints e outras aplicações feitas a partir das peças. Mas caso tenhas outra ideia que gostasses de partilhar connosco, estamos totalmente abertos e temos alguns recursos que podemos usar para transformar as ideias em realidade.

Em linhas gerais a ideia é esta. O que te parece? Aceitas o convite? Se sim, contacta-nos!

Um grande bem-haja para ti e até breve.

Contacto

sciaena@sciaena.org